A diferença do sonho para o objetivo é que esse último leva a ações concretas. Ou seja: mais que saber o que você quer, você também sabe como fazer para chegar lá. 

Primeiro, verifique seus gastos mensais. Corte os supérfulos. Sobrou quanto? Independente do valor: poupe ele.

Se não sobra uma quantia para poupar, o jeito é fazer o dinheiro render mais. É nesse ponto que entram os investimentos financeiros. Fundos de renda fixa, por exemplo, são ótimos para você planejar o futuro.

Se as contas do mês estiverem apertadas, não se acanhe em alterar os planos. Talvez você precise reduzir o valor destinado ao seu investimento. Tudo bem, você continuará caminhando rumo ao seu objetivo.

Entendemos a vontade de viver o presente. Contudo, tenha um pouco de paciência.  Recorde-se do motivo que levou você aguardar dinheiro. Essa espera, com certeza, trará recompensas valiosas.