Anote numa planilha todos os produtos que comprar e todos os boletos que pagar. Lembre-se de que esses valores devem obedecer a um teto mensal.  No caso, estamos falando da receita total da família.

Além de desenvolver novas habilidades culinárias, a comida caseira sempre sai mais barato. Por isso, ponha suas panelas para funcionar! Não sobra muito tempo? Prepare as refeições no fim de semana e congele-as em porções.

Os itens mais caros muitas vezes são os menos importantes, como aquele chocolate que a gente pega ao lado do caixa do supermercado. O mesmo vale para TV por assinatura ou internet banda larga. Não estamos dizendo para você eliminar esses serviços de sua vida. Apenas avalie se dá para substituí-los por pacotes mais baratos.

- Acumule roupas sujas para bater na máquina de lavar uma única vez; - Tome banhos mais curtos, especialmente se o chuveiro for elétrico; - Feche a torneira ao escovar os dentes ou ensaboar as mãos.

Observe o que está faltando e faça uma lista de compras.  Adquira apenas esses itens, sem cair na tentação de conferir as novidades da loja.

Sempre tem um brinquedo usado das crianças, um vestido que não serve mais ou uma poltrona sobrando no canto da sala. Faça uma limpa nos seus armários e separe todos os pertences que estejam em bom estado. Eles poderão ser vendidos!

Não acumula os juros das parcelas, então, no fim das contas, o produto sai mais barato. Tudo bem parcelar, mas tome cuidado para quitar o valor integral das faturas do cartão de crédito.

Lembre-se de que este passo a passo funciona somente se você tiver disciplina. A repetição faz o hábito.  Sendo assim, o controle das despesas e o planejamento das compras devem ser processos contínuos, praticados e repensados diariamente.