As compras on-line são uma realidade no país. Inclusive, devido à pandemia, essa alternativa de consumo se intensificou em 2020. Cerca de 7,3 milhões de brasileiros fizeram sua primeira encomenda numa loja digital entre janeiro e junho deste ano, conforme pesquisa da Ebit/Nielsen em parceria com a Elo.

O volume de clientes do e-commerce nacional já chega a 41 milhões. E toda essa gente expõe dados sensíveis na rede, como CPF e número do cartão de crédito. Por isso, cresce o alerta: é necessário tomar cuidado com a segurança das informações.

Como fazer compras on-line com segurança

A seguir, listamos 15 dicas para você se proteger na internet. Acompanhe a lista e boas compras!

01. Conheça a reputação da loja

Existem muitas lojas on-line que enfrentam problemas na entrega dos pedidos. A mercadoria vem trocada, apresenta defeitos ou nem sequer chega ao destinatário. Por via das dúvidas, busque informações junto ao Procon ou ao site Reclame Aqui. A opinião de outros consumidores ajudará você a definir se o estabelecimento é confiável.

02. Prefira nomes conhecidos

As redes que fazem propaganda na TV ou têm um nome consolidado no mercado tendem a ser as mais seguras. Isso não evita completamente as ocorrências, mas, sendo sua primeira compra on-line, fique com os grandes magazines. Eles têm uma boa estrutura tanto de logística quanto de proteção de dados.

03. Confira as informações da empresa

Todo e-commerce deve trazer CNPJ, razão social e endereço da sede da empresa em algum canto do site. As informações geralmente ficam no rodapé. Além disso, por lei, é necessário haver um canal de atendimento ao público, que pode ser chat ou número de telefone, por exemplo. Veja se está tudo ok.

04. Verifique o endereço do site

Golpistas criam imitações de sites de compras on-line para roubar os dados bancários dos usuários. Como saber se você está numa página falsa? Basta conferir a URL. Os endereços fajutos têm algum erro de digitação, ou então uma letra a menos.

05. Nunca clique em links suspeitos

Aliás, os consumidores chegam até esses sites golpistas por meio de anúncios que são publicados nas redes sociais ou enviados por e-mail. Se a publicidade fala de promoções tentadoras demais, desconfie. Em vez de clicar no link de acesso, digite o endereço da loja verdadeira no seu navegador. Depois, procure o produto para averiguar se a oferta realmente existe.

06. Compre em páginas seguras

Os mecanismos de criptografia servem para resguardar informações cadastrais dos clientes de e-commerce. Você consegue identificá-los ao ver um ícone de cadeado junto à URL ou na parte inferior do navegador. O endereço também deve usar HTTPS em vez de HTTP. Trata-se de uma tecnologia extra de segurança para os dias atuais.

07. Não compartilhe equipamentos

Ao fazer compras on-line, use seu próprio dispositivo eletrônico (celular, tablet ou notebook, tanto faz). Computadores compartilhados podem ter malware e vírus, softwares maliciosos capazes de roubar dados pessoais. Ainda, utilize o Wi-Fi de casa, e não uma rede pública, pois essas também são mais suscetíveis a ataques. 

08. Forneça apenas os dados essenciais

Uma loja digital vai pedir seu nome, e-mail, CPF e endereço de entrega do pedido. Caso a forma de pagamento escolhida seja o cartão de crédito, você ainda deverá informar o número e a data de validade. Jamais forneça senhas bancárias ou do próprio cartão. Site que pede isso está aplicando golpe.

09. Mantenha o antivírus atualizado

Mesmo navegando por uma loja virtual confiável, seu equipamento pode estar com uma brecha de segurança. Portanto, atualize com frequência o antivírus e o firewall. Esses programas barram malwares, spywares e outros intrusos. Dessa forma, você corre ainda menos risco de entregar dados sensíveis para os cibercriminosos.

10. Evite salvar dados bancários no site

Esta é uma facilidade oferecida por diversos e-commerces: você pode salvar o número do cartão e outras informações de pagamento para usá-las em compras on-line futuras, o que acelera o processo. No entanto, ocorrendo invasão ao sistema, esse conteúdo pode cair em mãos erradas. Ou seja: melhor gastar uns minutinhos a mais digitando tudo de novo.


👉 Clique abaixo e confira nosso post sobre Educação Financeira:


11. Desconfie de preços abaixo da média

Grandes descontos costumam esconder armadilhas. O produto às vezes vem defeituoso ou perto do prazo de validade. Há, até mesmo, lojas falsas que inventam promoções só para roubar as senhas de cartão de crédito dos consumidores. Não caia nessa. Pesquise e compare valores para saber se estão dentro de uma margem realista.

12. Use pagamento digital

Já que falamos tanto da captura dos dados, que tal utilizar opções mais seguras? Aplicativos de pagamento digital, como PayPal e PagSeguro, evitam que você espalhe o número de seu cartão de crédito em vários sites de vendas. Outra opção, mais tradicional e muito conhecida, é pagar com boleto bancário.

13. Confira o resumo do pedido

Tomadas as precauções, chega a hora de finalizar sua compra on-line. Preste atenção aos campos referentes a quantidade de itens, descrição do produto, preço do frete, número de parcelas de pagamento, prazo de envio e endereço de entrega. Só confirme o pedido depois de ver que tudo está correto.

14. Adquira apenas o necessário

A recomendação básica da educação financeira: gaste somente o dinheiro que você tem, e com aquisições que atendam a uma necessidade específica. No meio de tantas ofertas na rede, é fácil cair em tentação e comprar por impulso. Cuidado, pois essa atitude bagunça qualquer planejamento orçamentário.

15. Leia sobre a política de devolução

Por fim, vale lembrar que o cliente do comércio tem direito ao arrependimento, podendo devolver ou substituir artigos que tenha comprado anteriormente. Preste atenção aos prazos e informe-se sobre os procedimentos de troca e devolução que a loja digital adota nessas situações. Uma área do site deve ser dedicada a tirar dúvidas sobre o tema.

Gostou? Esperamos que o conteúdo de hoje contribua para suas compras on-line em segurança. Se o artigo foi útil, aproveite para compartilhá-lo com parentes e amigos! E não se esqueça de acompanhar as novidades do nosso blog. Em breve, traremos mais dicas para quem quer cuidar melhor do próprio dinheiro. Até lá!

👉🏼 Agora que você já sabe como se cuidar nas redes para não cair em golpes, teste seus conhecimentos no jogo que preparamos abaixo: